O que são Indicadores Fundamentalistas?

Como escolher a melhor ação

Você que está começando agora a investir na bolsa de valores já deve ter ouvido falar de investimento a longo prazo, buy and hold, buy and f*, análise fundamentalista, indicadores, fundamentos…, mas o que tudo isso significa?

Imagem ilustrando um gráfico de análise

A análise fundamentalista, como o próprio nome sugere, é o método de análise dos fundamentos da empresa, com o intuito de conhecer sua situação financeira, econômica, se está sendo lucrativa, se a receita está crescendo, suas dívidas, sua posição no mercado frente aos concorrentes e seu horizonte a longo prazo.

Ou seja: Se vale a pena investir na empresa pensando em seu potencial de crescimento e valorização no futuro.

Considerado o mais importante método de análise no mercado financeiro, tendo como precursor Benjamin Graham, ele é utilizado por investidores de longo prazo, adeptos ao buy and hold, investidores fundamentalistas que usam tal análise para escolher as empresas que vão compor suas carteiras. Podemos citar como exemplo investidores como Warren Buffet, e também aqueles mais conhecidos na atualidade, como Tiago Reis, Thiago Nigro (Primo Rico), Pit Money (Lucas Pit) e Bea Aguillar.

Mas quais são e onde encontrar esses indicadores?

Os indicadores fundamentalistas que consideramos ser os mais importantes para a análise de uma empresa são o P/L (Preço/Lucro), ROE, Dívida Líquida/Patrimônio Líquido e o DY – Dividend Yield. Vamos falar agora, de uma forma direta e descomplicada, sem nomes difíceis, sobre cada um deles:

P/L (Preço/Lucro) – Avaliar se a ação está “cara” ou “barata”. Entendemos que um P/L interessante, como falado em nossa postagem anterior sobre a Itaúsa, é um P/L próximo de 10.

ROE (Retorno sobre Patrimônio Líquido) – Mede o quanto a empresa gera de lucro para cada real aplicado. Ou seja, é a capacidade da empresa de agregar valor para o próprio capital investido. Um ROE interessante seria superior a 10%.

Dívida Líquida/ Patrimônio Líquido – Utilizado para descobrir o quanto do patrimônio líquido da empresa equivale a sua dívida líquida. Esse indicador é interessante abaixo de 100%, e de preferência menor que 50%.

DY (Dividend Yield) – Rentabilidade dos Dividendos e Juros Sobre Capital Próprio, pagos aos acionistas nos últimos 12 meses, em relação ao preço de suas ações. Um DY interessante seria próximo dos 6%.

Calcular cada indicador fundamentalista pode ser algo muito complexo para quem está começando. Felizmente, possuímos vários sites e aplicativos gratuitos que fornecem todos esses dados de forma mastigada!
Utilizamos e recomendamos o site www.fundamentus.com.br, o site do Eduardo Cavalcante e o aplicativo TradeMap.

Ah, uma última informação: nunca devemos analisar um indicador fundamentalista de forma isolada.

Boas compras!

3 comentários sobre “O que são Indicadores Fundamentalistas?

Pergunta pra gente!